HOME |   RELEASES

São Paulo,

PORTFÓLIO
CLIENTES

KABARETT, da Cia. da Revista, faz releitura do gênero e recria cabaré alemão no Miniteatro

Ambientado durante a Segunda Guerra Mundial, a peça tem direção, pesquisa, cenário e figurino de Kleber Montanheiro e transporta o público para um autêntico cabaré dos anos 40 no segundo andar do teatro, todo à luz de velas

Em nova montagem, o espetáculo Kabarett estreia dia 23 de outubro, sexta-feira, à meia-noite no Miniteatro, espaço cultural da Cia. da Revista, encabeçado por Marília Toledo e Kleber Montanheiro. A encenação atual - a primeira estreou em 1999 no porão do Centro Cultural São Paulo e depois fez temporada no TBC - traz mais personagens, novas cenas, além de algumas surpresas como um número móvel, que será mudado a cada semana.

A peça se passa em uma noite aparentemente normal, num cabaré em Berlim, em 1940, durante a ascensão do regime nazista. No Kabarett, o travesti Georgette recebe seu público sob os olhos atentos dos soldados da SS (guarda nazista). O show da noite segue normalmente com seus números e artistas, e caminha para um final surpreendente. Apesar das pressões, a alegria do lugar disfarça um grande movimento de resistência. "O espetáculo não trata exatamente do nazismo, pelo contrário, cria um movimento de deboche muito forte, com algumas cenas onde a seriedade da situação é quebrada por Georgette, que já conhece seu destino", conta Kleber.

O protagonista é Georgette, travesti MC (abreviatura para mestre de cerimônia em linguagem da cultura hip hop). As outras personagens são Claire, a corista virgem; Claude, irmão gêmeo de Claire; Margot, a corista mal-humorada; Trude, a corista atrapalhada, Klaus, o garçon "nazista", Manni, o dramaturgo, Helga, a pianista; Rudolf, o cantor de Ópera Bufa, e Heiner, o marinheiro. No elenco, Cris Rocha, Daniela Flor, Márcio Bueno Dias, Velson D´Souza, Greta Antoine, Erica Montanheiro, Paulo Vasconcelos, Rafael Presto e Kleber Montanheiro, dão vida a personagens extremamente fortes e encurraladas sob a pressão do movimento que causou o holocausto, o nazismo.

Teatro de cabaré
Após vasculhar a origem do teatro de revista brasileiro, a revista francesa, o diretor acabou conhecendo este outro gênero, de origem alemã. Apesar das diferenças estruturais e da complexidade da língua, o teatro-cabaré tornou-se tão interessante à pesquisa da Cia. quanto a revista brasileira, por ser extremamente teatral e provocativo. Kabarett representa uma busca de caminhos "irmãos" na linguagem da Cia. da Revista. "Mergulhamos neste universo até que bem devastado por outros artistas e que, muitas vezes, associam o cabaré alemão apenas às canções de Kurt Weill.

Sobre as influências, o diretor relata que a peça teve inspiração "na genialidade de artistas do cabaré alemão do início do século XX, como Margot Lion, Claire Waldoff, Rosa Valetti, Trude Hesterberg e até na incomparável Marlene Dietrich. Há também outras influências, como os compositores Spoliansky, Rudolf Nelson, Friedrich Hollaender, Schiffer e também os grandes nomes da performance musical como Ute Lemper e Georgette Dee; esta última, uma cantora transexual, com um eclético trabalho musical, que vive atualmente em Berlim e é considerada a diva do cabaré alemão", conta o diretor Kleber Montanheiro.

Figurino e cenário para entrar no clima
Além de dirigir, Kleber Montanheiro é responsável pelo cenário e o figurino. "Os figurinos são inspirados no design da época, mas levando em consideração os movimentos artísticos atuais na Alemanha. Criamos uma ponte de comunicação onde podemos olhar para uma personagem e entender que ela poderia estar localizada tanto na década de 40, quanto hoje, numa festa cult na periferia de Berlim", conta Kleber.

No figurino, há parte do acervo da Cia da Revista e peças de montagem original. O diretor e figurinista conta que a calça do marinheiro realmente pertenceu a um soldado alemão, mas foi encontrada num brechó em São Paulo. A inspiração para a criação do figurino é uma mescla da estética da época com o contemporâneo. "O Berliner Ensemble é uma grande inspiração", conta Kleber. "Com seu visual fantástico, suas maquiagens estranhas, a Ópera dos Três Vinténs é uma das minhas referências."

A cenografia traz uma surpresa: no andar superior do Miniteatro será montado um cabaré, com mesinhas redondas, vinho, piano-armário que faz a trilha para as canções, feitas ao vivo pelo elenco, e um pequeno palco, com cortina que abre e fecha, fazendo a entrada e saída dos números. E tudo à luz de velas. "A proposta é fazer o público se sentir dentro de um cabaré em Berlim, na região do Mitte, que é um bairro artístico repleto de bares, galerias, varietés (os cabarés modernos), como uma Vila Madalena", explica o diretor.

"Minha inspiração", conta Kleber, "é o clima daqueles cabarés esfumaçados na Alemanha, em que parecem que estamos entrando num subsolo, num lugar proibido. É um lugar onde a criação artística é muito forte, com os grupos trabalhando em linguagens diversas. Diria até que tem um pouco de Praça Roosevelt por lá."

A Cia da Revista foi contemplada pela 15ª edição da Lei de Fomento ao Teatro do Município de São Paulo e a temporada de Kabarett faz parte deste projeto de pesquisa, com ingressos populares a R$ 5,00.
(Renata Lopes - outubro de 2009)

Para roteiro:
KABARETT - estreia dia 23 de outubro, sexta-feira à meia-noite no Miniteatro. Texto, Direção, Pesquisa, Figurino, Cenário e Iluminação: Kleber Montanheiro. Elenco: Cris Rocha, Daniela Flor, Márcio Bueno Dias, Velson D´Souza, Greta Antoine, Erica Montanheiro, Paulo Vasconcelos, Rafael Presto, Kleber Montanheiro. Duração: 60 minutos. Ingressos: R$ 5,00. Censura: 16 anos. Capacidade: 40 lugares. Temporada: sextas e sábados à meia noite. Até 28 de novembro.

MINITEATRO - Praça Roosevelt, 108. Não trabalharão com crédito e débito no início. Só cheque e dinheiro. Horário de funcionamento da bilheteria: sexta-feira - a partir das 19 horas, sábados e domingos - a partir das 14 horas. Ar condicionado. A capacidade do teatro irá variar de acordo com a peça. Telefone: (11) 2865-5955.

Assessoria de Imprensa
ARTEPLURAL Comunicação
Jornalista responsável - Fernanda Teixeira
MTb-SP: 21.718 - tel. (11) 3885-3671 / 9948-5355
fernanda@artepluralweb.com.br
www.artepluralweb.com.br

arte plural assessoria de comunicação ltda | rua manoel da nóbrega, 1114 | jd. paulista
cep 04001-003 | tel (11) 3885-3671 | fax (11) 3884-9018
artepluralweb.com.br • todos os direitos reservados | powered by Meniquelli